imobiliaria em bragança paulista

Poesia Imóveis

Financiei uma casa, mas os juros estão altos demais: posso pedir revisão?

Financiei uma casa, mas os juros estão altos demais: posso pedir revisão?

Financiei uma casa, mas os juros estão altos demais posso pedir revisão

Atualmente, o sonho de realizar a compra da casa própria pode ser alcançado por meio de financiamento imobiliário. A opção pelo financiamento é comum e muito utilizada entre os Brasileiros.

 

Quando falamos em financiamento imobiliário, sabemos que na maioria dos casos são inúmeros anos para a quitação do referido negócio. O valor é divido em parcelas mensais com a aplicação de juros e correção monetária, ainda, o próprio imóvel fica alienado a fim de garantir o pagamento dos valores emprestados.

 

No momento de empolgação e entusiasmo para adquirir o bem imóvel, algumas pessoas não se atentam a uma série detalhes importantes que fazem a diferença no planejamento financeiro da família.

 

Dessa forma, por se tratar de uma negociação a qual compromete anos da sua vida para pagamento da dívida, é recomendado que busque o auxilio de um advogado bancário para acompanhar do inicio ao fim do processo de negociação do imóvel.

 

Há algumas espécies de financiar um bem imóvel, dentre elas, você deverá verificar qual melhor atende os seus interesses e qual cabe dentro do seu orçamento. Os valores de taxas e juros aplicados em cima do contrato de financiamento poderá ser influenciado por uma série de fatores, como por exemplo: Idade dos contratantes, histórico financeiro, pontuação e SCORE, renda financeira, entre outros fatores que influenciam na análise e liberação do crédito.

 

Conforme mencionado, o financiamento imobiliário nada mais é do que uma linha de crédito disponibilizada ao cliente que pretende adquirir um bem imóvel. Durante a negociação, o banco deposita ao vendedor o valor do imóvel e o comprador realiza o pagamento diretamente ao banco com acréscimo de juros. De forma geral, podemos afirmar que o financiamento é uma dívida como qualquer outra, a qual possui vencimento, data de vencimento e demais encargos acordados entre as partes.

 

A linha de crédito mencionada é utilizada para aquisição de apartamento, casas, terrenos, salas comerciais e demais imóveis.

 

Para que seja possível a liberação e aprovação do crédito, é preciso que o interessado cumpra com uma série de requisitos e apresente os documentos solicitados pela instituição. É de suma importância a juntada de todos os documentos que demonstre a capacidade financeira do contratante de realizar a aquisição do referido imóvel e consequente pagamento das parcelas. Não há necessidade de fiança ou avalistas, eis que o próprio imóvel será utilizado como meio de garantia da dívida.

 

Em alguns casos, após a análise dos documentos pela instituição financeira, há a possibilidade de financiar até 80% do imóvel, ou seja, é um grande passo para aqueles que não possuem o valor integral para adquirir o seu tão sonhado imóvel.

 

Conforme mencionado inicialmente, os financiamentos imobiliários são acrescidos de juros e taxas para pagamento a longo prazo, na maioria das vezes com prazo de 30/35 anos para pagamento. As partes devem estar atentas para as taxas aplicadas sobre o contato a fim de não ser uma vítima na abusividade destas cobranças.

 

A abusividade pelo banco não só condiz com as taxas aplicadas sobre o valor do financiamento, o Tribunal de Justiça entende como abusividade a venda casada de seguros e demais encargos a serem pagos pelo cliente.

 

Se você estiver em dúvida sobre a regularidade das cobranças, deverá procurar um advogado imobiliário, este profissional tem amplo conhecimento sobre a legislação e irá realizar o cálculo a fim de averiguar se há ou não abusividade nas cobranças. O banco Central disponibiliza uma calculadora ao cidadão, para que este realize uma simulação sobre a taxa de juros cobrada no contrato de financiamento imobiliário.

 

Em caso positivo, o advogado bancário poderá ingressar com uma ação judicial a fim de requerer o ressarcimento dos valores pagos em abusividade. Ainda, alguns tribunais entendem que a parte tem direito à indenização por danos morais e repetição em débito, ou seja, o ressarcimento em dobro das parcelas que foram pagas em desacordo com a previsão legislativa.

 

É recomendado que você busque um escritório de advocacia bancário para analisar o seu contrato de financiamento imobiliário, e constatar se há ou não abusividade na cobrança realizada. O auxilio e esclarecimento por um advogado bancário é fundamental, eis que este possui amplo conhecimento na área imobiliária e contratual e lhe orientará com clareza sobre quais as providencias que deverão ser tomadas.

Posts Recentes

Ver todos os imóveis

Bragança Paulista
plugins premium WordPress